Programa federal de financiamento estudantil

O FIES é um programa federal de financiamento estudantil e muitas pessoas estão querendo saber se o FIES 2021 vale a pena. Ao mesmo tempo que o programa incentiva os estudos, faz com que o formando já comece sua vida profissional com uma dívida. Afinal, será que o FIES 2021 vale a pena?

O Fies 2021 Vale a Pena?

Estudar é o sonho de muita gente. Não há como negar que a inscrição FIES viabiliza esse sonho para muitas pessoas que desejam cursar o ensino superior em uma instituição privada, mas não possuem dinheiro suficiente para arcar com as mensalidades.

Através de uma proposta simples de financiamento, o FIES cobra uma taxa de juros de cerca de 6,5% ao ano e paga pelos estudos do financiado até que ele se forme. Depois, no entanto, ele deve devolver todo o dinheiro para o governo pagando todos os juros devidos.

O FIES 2021 vale a pena para algumas pessoas, mas para outras, não.

De um modo geral, é uma boa ideia apostar no FIES 2021 quando você se encontra em uma das seguintes situações:

  • Você não pode cursar o curso desejado em uma universidade pública porque não obteve a pontuação mínima no ENEM para concorrer a uma bolsa pelo SISU;
  • O vestibular da universidade pública que oferece o seu curso é muito concorrido ou a instituição de ensino fica a uma distância muito grande de você;
  • Seu curso não está disponível em nenhuma universidade privada;
  • Você possui ou pretende fazer investimentos financeiros nos próximos anos que poderão garantir boa parte do pagamento do financiamento;
  • O curso escolhido possui uma empregabilidade e um salário muito altos, garantindo que você tenha uma excelente renda após se formar e possa pagar o financiamento sem comprometer muito seus ganhos.

Abaixo, nós listamos os maiores prós e contras desse tipo de financiamento para que você possa analisar e tomar a melhor decisão. No final, quem poderá dizer se o FIES 2021 vale a pena será você mesmo, de acordo com sua realidade e suas expectativas.

Conheça os maiores prós e contras do Financiamento!

Prós

O FIES cobra uma taxa de juros de, aproximadamente, 6,5% ao ano. Essa é a menor taxa de juros dentre todos os financiamentos estudantis disponíveis no mercado;

Existe um prazo de carência de até 18 meses após a conclusão do curso, o que significa que você poderá pagar o financiamento até 1 ano e meio depois de se formar.

Contras

Embora os juros sejam baixos, juros são sempre juros. Se não houver um bom planejamento financeiro, o estudante recém-formado pode encontrar dificuldades para pagar o financiamento;

Ao optar por um financiamento estudantil, o formando já inicia sua carreira com uma dívida bem “salgada”. Um curso com duração de 5 anos e mensalidade de R$ 600,00, por exemplo, vai custar mais de R$ 42 mil para quem contratou o financiamento.

Depois de analisar essas informações, fica mais fácil saber se o FIES 2021 vale a pena. Não se esqueça de analisar suas condições financeiras e lembre-se que comprometer-se com uma dívida por um longo período exige planejamento e determinação.

Boa sorte e bons estudos!

Já ouviu falar dos olheiros do BBB? Veja como funciona!

O Big Brother Brasil (BBB) é, sem dúvidas, um dos maiores realities shows da televisão brasileira. Não é à toa que muitas pessoas sonham em pisar do chão da casa mais vigiada do Brasil, podendo fatura mais de R$ 1 milhão!

Quem já pensou ou já enviou um vídeo se candidatando para participar do programa, já deve ter se perguntado sobre as oportunidades disponíveis.

Por exemplo, você já ouviu falar nos olheiros do Big Brother Brasil? Essas pessoas são capazes de mudar totalmente a vida de qualquer e você vai saber como. Entenda tudo a seguir:

O Big Brother Brasil entra no ar no comecinho do ano e dura cerca de 3 meses, enchendo a telinha sua casa com muitas festas, discussões e romances!

Mesmo quando o programa não está sendo exibido, os bastidores já estão funcionados e por isso, quem quer participar do já pode começar a investir em um bom vídeo de candidatura, tanto que já existem participantes confirmados BBB 2021.

O reality promove alguns minutos de fama para os 14 participantes selecionados, além de distribuir prêmio e até valores em dinheiro durante o entretenimento. Por isso, muita gente envia todos os anos o seu vídeo de inscrição para o programa!

O BBB já está indo para a sua décima terceira edição e por isso, algumas mudanças precisaram ser aplicadas para acompanhar as tendências.

Os vídeos enviados pelos candidatos passam pela equipe do Big Brother Brasil, que irão selecionar as personagens mais interessantes para participar do programa.

Mas recentemente, os produtores do reality notaram que este processo de seletivo acaba limitando muito as participações dos brothers na casa e acharam válido começar a procurar personagens ilustres na própria internet.

Sendo assim, surgiu o termo “olheiros do BBB 2021″, que irão representar uma equipe em busca de um perfil diferenciado e de personalidades únicas nas redes sociais.

Também foi criado um perfil na internet com esse nome, para que fique mais fácil da equipe visualizar os conteúdos mais interessantes e encontrar os seus participantes ideias.

Este processo vai estar acontecendo até uma data próxima ao início do programa e muito em breve iremos conhecer a origens dos brothers que irão ficar confinados na casa.

Quem quer arriscar a sua candidatura através desse portal, deve visitar o site do GShow para conferir os perfis oficias. Vale lembrar que os olheiros do BBB podem estar atuando a todo momento e essa pode ser a sua grande chance!

Quais estados já é possível fazer a matricula escolar pela internet?

Com o começo do ano, há muito o que se fazer: contas a pagar, documentos para colocar em dias e a escola das crianças. Além de se preocupar com material escolar e livros, os país ainda precisam enfrentar o tumulto nas escolas para realizar a matrícula de seus filhos. Mas, para algumas regiões, já é possível passar por esta etapa escolar com muito mais conforto.

A matrícula online é uma facilidade desenvolvida para que você possa selecionar e inscrever seu filho numa instituição de ensino sem precisar se locomover até à escola. Quer saber se é possível realizar este processo na sua região? Veja a seguir quais estados já é possível fazer matrícula escolar pela internet.

Como funciona a matrícula online?

A matrícula online é uma iniciativa do Governo Federal que possibilita, através de um sistema digital, que você reserve a vaga do seu filho em diversas instituições. Este tipo de processo simplifica muito a matrícula escolar e evita que as escolas fiquem lotadas durante o começo do ano.

Sem contar que, além da facilidade, você também pode conferir o perfil de várias escolas e buscar informações online sobre elas. Ou seja, há uma grande economia de tempo. Para quem quer se utilizar deste recurso, é recomendado acessar a matrícula digital 2021 e visualizar todas as informações.

Quais estados disponibilizam a matrícula online?

Este sistema tem uma implantação fácil e rápida, por isso, muitos estados já aderiram a ele. Mas vale lembrar que este tipo de matrícula está voltado para instituições públicas estaduais e municipais, para o ensino privado, o processo pode ser diferente.

É possível inscrever seu filho em uma escola através da matrícula digital na modalidade de ensino fundamental e de ensino médio. Confira abaixo algumas regiões que já se utilizam do sistema online:

  • Rio Grande do Sul
  • Roraima
  • Paraíba
  • Maranhão
  • Acre
  • Belo Horizonte
  • Rio Grande do Norte
  • Piauí
  • Distrito Federal
  • Mato Grosso
  • Amazonas
  • Rio de Janeiro
  • Santa Catarina
  • São Paulo

Não achou o seu estado? Veja a lista completa com os sites devidos para cada região no link acima. Através do site, você poderá conferir as possibilidades para a sua cidade e verificar o que é preciso para realizar a matrícula digital.

Muitos estados já adeririam a este processo e têm facilitado a vida de muitos país. O começo do ano é muito agitado para todo mundo, portanto, é preciso buscar recursos que otimizem tempo. Confira a matrícula digital já!

Educação de qualidade para cursos de ensino superior

Com o vestibular Anhanguera 2021 você encontra a chance de mudar de vida. Os melhores professores e educação de qualidade, com o comprometimento de proporcionar a melhor qualificação aos alunos. Saiba tudo sobre o vestibular Anhanguera 2021 e comece já a estudar!

Vestibular Anhanguera 2021

Se você quer realizar o sonho de ingressar em uma faculdade e construir uma carreira, com os vestibulares 2021 você tem esta chance.

A Anhanguera recebeu uma nova composição, tendo unidades educacionais, faculdades, centros universitários e universidades fazendo parte da instituição.

Desde 2004, novos cursos e unidades se integram à Anhanguera, fazendo crescer ainda mais esta instituição competente e reconhecida em todo o Brasil.

Oferecer aos alunos uma base sólida de conhecimento, habilidades e competências é o principal objetivo da Anhanguera. Implementar seus projetos de vida com capacidade e qualidade é o grande resultado de uma equipe que se dedica para ver você crescer na vida.

Há 20 anos, transforma a vida de milhares de alunos, ultrapassando a marca de um milhão de estudantes que já passaram pela instituição.

Sendo aprovado no vestibular Anhanguera 2021, você pode estudar com novas tecnologias no setor educacional, em todas as mais de 500 unidades da instituição.

A Anhanguera está presente em todos os estados brasileiros, com certeza tem uma bem pertinho de você. Não perca tempo! Saiba tudo sobre o vestibular Anhanguera 2021 e comece a estudar.

Cursos do Vestibular Anhanguera 2021

Para atender a todas suas necessidades, e sempre pensando nos seus estudos e qualificação, a Anhanguera possibilita 3 opções para você estudar.

Aula presencial, semipresencial ou online, você quem decide qual opção melhor se adequa a seus horários.

Não é fácil conciliar os estudos com a vida profissional e pessoal. Na instituição você encontra horários flexíveis e modelos diferenciados de aula.

Na modalidade Presencial, de acordo com o curso escolhido, você tem 5 dias de aulas presenciais, de segunda a sexta-feira em uma das unidades da instituição.

Optando pelo curso Semi você tem aula presencias de um a dois dias por semana, e nos outros dias, conta com atividades online que você pode acessar a qualquer hora e de qualquer dispositivo.

Há também a modalidade EAD, onde você estuda totalmente pela internet, sempre contando com o apoio de um tutor online.

São ofertados os mais variados cursos nestas modalidades que acabamos de apresentar.

Com certeza você encontra o curso que você tanto quer fazer. Com o vestibular Anhanguera 2021 todos têm a oportunidades de mudar de vida. Confira mais detalhes nos tópicos a seguir:

Inscrições para o Vestibular Anhanguera 2021

A inscrição para o vestibular Anhanguera 2021 deve ser feita no site da instituição. Siga as instruções:

  • Acesse o site da Anhanguera clicando no link a seguir: www.vestibulares.br/inscrição
  • Para iniciar, é preciso informar a sua localidade; Escolha o Estado, a cidade e clique em “buscar”:4646
  • Irá aparecer as unidades disponíveis de acordo com a localização que você informou. Clique na opção mais próxima à você. Escolha a modalidade de estudo, e depois informe qual curso você deseja fazer:
  •  Rolando a página para baixo, você encontra o turno e valores de cada um. Selecione uma opção e clique em “Avançar”.

Agora é a hora de iniciar seu cadastro. Informe todos seus dados pessoais. Logo a baixo você poderá escolher o dia e hora da prova. Conclua o cadastro e finalize sua inscrição.

Agora é só ficar atento ao dia e horário da prova, que em breve disponibilizaremos aqui para você não perder o vestibular Anhanguera 2021. Boa sorte!

Porque o trabalhador rural não tem direito ao PIS

O Programa de Integração Social é um direito de todo trabalhador com carteira assinada. É um direito adquirido de acordo com a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), que atinge profissionais de diversas áreas. O trabalhador rural não pode ter PIS. Saiba mais!

Por que trabalhador rural não possui PIS?

O trabalhador quando possui carteira assinada pode ter vínculo com pessoa física ou jurídica. Tendo sido contratado na carteira assinada por uma empresa seu vínculo é com uma pessoa jurídica, possuindo, portanto, carteira assinada diretamente com um CNPJ.

A outra forma de ser contratado é por pessoa física, com um CPF na carteira de trabalho, a exemplo dos empregados domésticos e trabalhadores rurais.

Infelizmente apenas quem é contratado por um CNPJ pode ter direito ao PIS. O Programa de Integração Social é pago pelo contratante e fornecido para saque pela Caixa Econômica Federal para saque no momento da aposentadoria ou desemprego. É um fundo extra.

Alguns projetos de lei tramitam para o trabalhador rural e empregado doméstico terem direito a PIS. Por enquanto estão apenas em avaliação, mas sem sucesso, mas com previsão de resultados positivos para diminuir a informalidade no Brasil.

Pode em alguma situação o trabalhador rural receber PIS?

Existem situações diferenciadas quando se trata de pagamento do PIS a um trabalhador rural. É importante entender primeiramente um ponto: trabalhado rural é uma função que pode ser exercida com carteira assinada. Todo trabalhador atuando no cultivo da terra em diversas formas é um trabalhador rural.

E com esta função ele pode ser contratado para atuar em uma fazenda que na verdade é uma Pessoa Jurídica (PJ). Neste caso poderá receber o PIS e todos os outros direitos previstos na CLT. O trabalhador rural também ode ser contratado de uma cooperativa, neste caso também uma PJ e com isso também ter direito a PIS.

Mas se seu contrato for realizado com uma pessoa física, outro fazendeiro ou dono de um sítio, infelizmente não terá direito a receber este ou qualquer outro benefício trabalhista. São considerados trabalhadores informais e devem regularizar sua função.

Para que serve o PIS?

O PIS é um dinheiro extra o qual o trabalhador possui direito por tempo de serviço. O Calendário do PIS 2021 realiza os pagamentos dos beneficiários no ano anterior.

O direito de receber o PIS é de todo trabalhador com carteira assinada. A sua numeração é fornecida já no primeiro contrato, no primeiro emprego, sem a necessidade de realizar um cadastro. Ele é feito automaticamente quando a carteira é assinada pela primeira vez.

O mínimo exigido é que o trabalhador tenha exercido uma atividade remunerada e registrada por ao menos 30 dias. O empregador também necessita cumprir a sua parte e pagar a taxa para poder dar direito ao trabalhador de fazer o saque.

Caso o PIS não tenha sido pago corretamente pelo contratante é possível formalizar uma queixa no Ministério do Trabalho. A empresa pode ser multada e penalizada severamente.