Quais estados já é possível fazer a matricula escolar pela internet?

Com o começo do ano, há muito o que se fazer: contas a pagar, documentos para colocar em dias e a escola das crianças. Além de se preocupar com material escolar e livros, os país ainda precisam enfrentar o tumulto nas escolas para realizar a matrícula de seus filhos. Mas, para algumas regiões, já é possível passar por esta etapa escolar com muito mais conforto.

A matrícula online é uma facilidade desenvolvida para que você possa selecionar e inscrever seu filho numa instituição de ensino sem precisar se locomover até à escola. Quer saber se é possível realizar este processo na sua região? Veja a seguir quais estados já é possível fazer matrícula escolar pela internet.

Como funciona a matrícula online?

A matrícula online é uma iniciativa do Governo Federal que possibilita, através de um sistema digital, que você reserve a vaga do seu filho em diversas instituições. Este tipo de processo simplifica muito a matrícula escolar e evita que as escolas fiquem lotadas durante o começo do ano.

Sem contar que, além da facilidade, você também pode conferir o perfil de várias escolas e buscar informações online sobre elas. Ou seja, há uma grande economia de tempo. Para quem quer se utilizar deste recurso, é recomendado acessar a matrícula digital 2021 e visualizar todas as informações.

Quais estados disponibilizam a matrícula online?

Este sistema tem uma implantação fácil e rápida, por isso, muitos estados já aderiram a ele. Mas vale lembrar que este tipo de matrícula está voltado para instituições públicas estaduais e municipais, para o ensino privado, o processo pode ser diferente.

É possível inscrever seu filho em uma escola através da matrícula digital na modalidade de ensino fundamental e de ensino médio. Confira abaixo algumas regiões que já se utilizam do sistema online:

  • Rio Grande do Sul
  • Roraima
  • Paraíba
  • Maranhão
  • Acre
  • Belo Horizonte
  • Rio Grande do Norte
  • Piauí
  • Distrito Federal
  • Mato Grosso
  • Amazonas
  • Rio de Janeiro
  • Santa Catarina
  • São Paulo

Não achou o seu estado? Veja a lista completa com os sites devidos para cada região no link acima. Através do site, você poderá conferir as possibilidades para a sua cidade e verificar o que é preciso para realizar a matrícula digital.

Muitos estados já adeririam a este processo e têm facilitado a vida de muitos país. O começo do ano é muito agitado para todo mundo, portanto, é preciso buscar recursos que otimizem tempo. Confira a matrícula digital já!

Educação de qualidade para cursos de ensino superior

Com o vestibular Anhanguera 2021 você encontra a chance de mudar de vida. Os melhores professores e educação de qualidade, com o comprometimento de proporcionar a melhor qualificação aos alunos. Saiba tudo sobre o vestibular Anhanguera 2021 e comece já a estudar!

Vestibular Anhanguera 2021

Se você quer realizar o sonho de ingressar em uma faculdade e construir uma carreira, com os vestibulares 2021 você tem esta chance.

A Anhanguera recebeu uma nova composição, tendo unidades educacionais, faculdades, centros universitários e universidades fazendo parte da instituição.

Desde 2004, novos cursos e unidades se integram à Anhanguera, fazendo crescer ainda mais esta instituição competente e reconhecida em todo o Brasil.

Oferecer aos alunos uma base sólida de conhecimento, habilidades e competências é o principal objetivo da Anhanguera. Implementar seus projetos de vida com capacidade e qualidade é o grande resultado de uma equipe que se dedica para ver você crescer na vida.

Há 20 anos, transforma a vida de milhares de alunos, ultrapassando a marca de um milhão de estudantes que já passaram pela instituição.

Sendo aprovado no vestibular Anhanguera 2021, você pode estudar com novas tecnologias no setor educacional, em todas as mais de 500 unidades da instituição.

A Anhanguera está presente em todos os estados brasileiros, com certeza tem uma bem pertinho de você. Não perca tempo! Saiba tudo sobre o vestibular Anhanguera 2021 e comece a estudar.

Cursos do Vestibular Anhanguera 2021

Para atender a todas suas necessidades, e sempre pensando nos seus estudos e qualificação, a Anhanguera possibilita 3 opções para você estudar.

Aula presencial, semipresencial ou online, você quem decide qual opção melhor se adequa a seus horários.

Não é fácil conciliar os estudos com a vida profissional e pessoal. Na instituição você encontra horários flexíveis e modelos diferenciados de aula.

Na modalidade Presencial, de acordo com o curso escolhido, você tem 5 dias de aulas presenciais, de segunda a sexta-feira em uma das unidades da instituição.

Optando pelo curso Semi você tem aula presencias de um a dois dias por semana, e nos outros dias, conta com atividades online que você pode acessar a qualquer hora e de qualquer dispositivo.

Há também a modalidade EAD, onde você estuda totalmente pela internet, sempre contando com o apoio de um tutor online.

São ofertados os mais variados cursos nestas modalidades que acabamos de apresentar.

Com certeza você encontra o curso que você tanto quer fazer. Com o vestibular Anhanguera 2021 todos têm a oportunidades de mudar de vida. Confira mais detalhes nos tópicos a seguir:

Inscrições para o Vestibular Anhanguera 2021

A inscrição para o vestibular Anhanguera 2021 deve ser feita no site da instituição. Siga as instruções:

  • Acesse o site da Anhanguera clicando no link a seguir: www.vestibulares.br/inscrição
  • Para iniciar, é preciso informar a sua localidade; Escolha o Estado, a cidade e clique em “buscar”:4646
  • Irá aparecer as unidades disponíveis de acordo com a localização que você informou. Clique na opção mais próxima à você. Escolha a modalidade de estudo, e depois informe qual curso você deseja fazer:
  •  Rolando a página para baixo, você encontra o turno e valores de cada um. Selecione uma opção e clique em “Avançar”.

Agora é a hora de iniciar seu cadastro. Informe todos seus dados pessoais. Logo a baixo você poderá escolher o dia e hora da prova. Conclua o cadastro e finalize sua inscrição.

Agora é só ficar atento ao dia e horário da prova, que em breve disponibilizaremos aqui para você não perder o vestibular Anhanguera 2021. Boa sorte!

Porque o trabalhador rural não tem direito ao PIS

O Programa de Integração Social é um direito de todo trabalhador com carteira assinada. É um direito adquirido de acordo com a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), que atinge profissionais de diversas áreas. O trabalhador rural não pode ter PIS. Saiba mais!

Por que trabalhador rural não possui PIS?

O trabalhador quando possui carteira assinada pode ter vínculo com pessoa física ou jurídica. Tendo sido contratado na carteira assinada por uma empresa seu vínculo é com uma pessoa jurídica, possuindo, portanto, carteira assinada diretamente com um CNPJ.

A outra forma de ser contratado é por pessoa física, com um CPF na carteira de trabalho, a exemplo dos empregados domésticos e trabalhadores rurais.

Infelizmente apenas quem é contratado por um CNPJ pode ter direito ao PIS. O Programa de Integração Social é pago pelo contratante e fornecido para saque pela Caixa Econômica Federal para saque no momento da aposentadoria ou desemprego. É um fundo extra.

Alguns projetos de lei tramitam para o trabalhador rural e empregado doméstico terem direito a PIS. Por enquanto estão apenas em avaliação, mas sem sucesso, mas com previsão de resultados positivos para diminuir a informalidade no Brasil.

Pode em alguma situação o trabalhador rural receber PIS?

Existem situações diferenciadas quando se trata de pagamento do PIS a um trabalhador rural. É importante entender primeiramente um ponto: trabalhado rural é uma função que pode ser exercida com carteira assinada. Todo trabalhador atuando no cultivo da terra em diversas formas é um trabalhador rural.

E com esta função ele pode ser contratado para atuar em uma fazenda que na verdade é uma Pessoa Jurídica (PJ). Neste caso poderá receber o PIS e todos os outros direitos previstos na CLT. O trabalhador rural também ode ser contratado de uma cooperativa, neste caso também uma PJ e com isso também ter direito a PIS.

Mas se seu contrato for realizado com uma pessoa física, outro fazendeiro ou dono de um sítio, infelizmente não terá direito a receber este ou qualquer outro benefício trabalhista. São considerados trabalhadores informais e devem regularizar sua função.

Para que serve o PIS?

O PIS é um dinheiro extra o qual o trabalhador possui direito por tempo de serviço. O Calendário do PIS 2021 realiza os pagamentos dos beneficiários no ano anterior.

O direito de receber o PIS é de todo trabalhador com carteira assinada. A sua numeração é fornecida já no primeiro contrato, no primeiro emprego, sem a necessidade de realizar um cadastro. Ele é feito automaticamente quando a carteira é assinada pela primeira vez.

O mínimo exigido é que o trabalhador tenha exercido uma atividade remunerada e registrada por ao menos 30 dias. O empregador também necessita cumprir a sua parte e pagar a taxa para poder dar direito ao trabalhador de fazer o saque.

Caso o PIS não tenha sido pago corretamente pelo contratante é possível formalizar uma queixa no Ministério do Trabalho. A empresa pode ser multada e penalizada severamente.

Ofertas de Bolsas de Estudo para o próximo ano

O Educa Mais Brasil é um programa com objetivo de proporcionar inclusão educacional para estudantes de baixa renda.

Mais de 10 mil Instituições de ensino já são parceiras deste programa, e destinam uma parte de suas vagas para oferecer bolsas de até 70% do valor do curso para alunos contemplados pelo programa Educa Mais Brasil.

modalidades de ensino
modalidades de ensino

Quais as modalidades que Educa Mais Brasil abrange?

Modalidades Ensino apoiadas no Educa Mais Brasil

São várias as opções de cursos que os candidatos as bolsas do programa podem concorrer, as modalidades são as seguintes:

  • Graduação: para se candidatar a uma bolsa do programa Educa mais Brasil nesta modalidade, você precisa estar dentro dos critérios exigidos:
  • Pós-Graduação: para os candidatos que já prestaram uma graduação, mas querem continuar os estudos, fazendo uma especialização ou pós-graduação. O valor máximo de desconto que você pode conseguir é de 70%.
  • Ensino Infantil/Básico: para quem quer oferecer um ensino de qualidade para os filhos, ou deseja continuar os estudos, e tem como provar carência de condições para pagar 100% da mensalidade.
  • Cursos Técnicos: instituições que oferecem um ensino profissionalizantes ou técnicos, focados no ensino prático direcionados ao mercado de trabalho.
  • Cursos Livres / Idiomas: escolas que sejam parceiras do programa Educa Mais Brasil também oferecem uma percentagem das vagas para bolsas de alunos aprovados no programa. Para isso, é necessário que o aluno seja aprovado na prova avaliativa que a escola de ensino exigir, e depois que se inscreva no programa Educa Mais Brasil.

Para ingressar no programa é necessário cumprir estes requisitos:

  • Estar sem cursar um curso superior há 6 meses
  • Comprovar ausência de condições para pagar 100%

Quem pode se inscrever no programa Educa Mais Brasil?

Todas a pessoas interessadas em cursar ensino superior, técnico ou curso livre em uma instituição parceira do programa Educa Mais Brasil.

O candidato que desejar concorrer a uma bolsa do programa, deve prestar o vestibular ou prova avaliativa na instituição que deseja estudar – constatando primeiro que a instituição é cadastrada no programa.

Para saber quais são as instituições parceiras do Educa Mais Brasil, quais são os cursos que você pode se candidatar e como realizar as inscrições Educa Mais Brasil basta acessar ao site: educamaisbrasil.com.br; e no campo Instituição e curso procurar aquele que você está interessado.

Como se inscrever no Programa

As inscrições para programa Educa Mais Brasil são gratuitas, e devem ser realizadas online. No site do Educa Mais Brasil você pode encontrar informações e esclarecer todas as suas dúvidas, mas caso prefira também existe a opção de saber mais informações por telefone, através do número:

  • 40072020 (capitais e regiões metropolitanas)
  • 08007247202 (demais localidades)

Qual o objetivo do programa?

O objetivo principal do programa Educa Mais Brasil é ajudar estudantes de baixa renda a conquistar diferentes níveis de formação. Além dos cursos presenciais, também são oferecidos bolsas de estudos para cursos EAD – nesta modalidade, o aluno sempre conta com o apoio de grandes mestres, para não se sentir desnorteado em momento algum.

Como já foi dito, o mecanismo de inscrição é fácil e rápido. Depois de ter sido aceito no programa, basta apresentar a carta de matrícula na Instituição de ensino escolhida, para começar a gozar do benefício da sua bolsa de estudos.

Para permanecer usufruindo do benefício da bolsa de estudo – que pode custear até 70% do valor da mensalidade – o aluno deve manter um bom desempenho durante o curso, e caso desista ou tranque a matrícula, deve solicitar novamente a bolsa junto ao Programa do Educa Mais Brasil, para conseguir o benefício novamente.

Porque se deve candidatar no Educa Mais Brasil

O programa Educa Mais Brasil concede bolsas a todos os candidatos que provarem não terem condições de custear 100% do curso, essa é a maior das exigências do programa.

Além da mensalidade – com desconto – e da taxa administrativa em cada renovação de matrícula, o aluno não acumulará dívidas. Isso significa que após o termino do curso, e de quitar as mensalidades do curso, o aluno estará livre de débitos relacionados ao curso escolhido.

São disponibilizadas em torno de 50 vagas para cargos da guarda municipal

A Prefeitura de Santo Antônio de Pádua, a 256km do Rio de Janeiro, está com inscrições abertas no concurso destinado ao preenchimento de 50 vagas para guarda municipal, sendo 35 para homens e 15 para mulheres. Para participar, é preciso possuir nível médio, idade máxima de 35 anos e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B. A remuneração inicial é de R$1.200, para carga de trabalho de 40 horas semanais.

Os habilitados serão contratados pelo regime estatutário, que garante estabilidade. O prazo de validade da seleção é de dois anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período, permitindo a convocação de mais aprovados.

Para qualquer vaga de emprego, seja de concurso ou não, grande parte das empresas contratará somente aqueles que possuem formação básica, ou seja, conclusão do ensino médio. E se você não conseguiu concluir o seu, durante o tempo regular, poderá realizar a inscrição e ter acesso ao certificado Encceja.

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – Encceja, oferece ao estudante uma grande oportunidade, o mesmo pode realizar a prova e se obter um bom resultado, irá conseguir o seu diploma do ensino fundamental ou do ensino médio. No caso do ensino fundamental o exame pode ser feito por quem possui no mínimo 15 anos de idade, e do ensino médio, por quem possui 18 anos de idade.

As inscrições devem ser realizadas até às 23h59 do dia 8 de agosto, no site do organizador, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). Na ocasião, será preciso preencher o requerimento e imprimir o boleto para pagar a taxa de R$50.

Os interessados também poderão efetuar inscrição na central de atendimento ao candidato do Idecan, a partir desta terça-feira, 16 de julho, até o dia 8 de agosto, das 8h às 16h, com exceção do primeiro dia de inscrição, que se iniciará às 14h, exceto sábados, domingos e feriados. A isenção da taxa poderá ser solicitada até esta terça-feira, 17, no ato da inscrição, mediante preenchimento das informações comprobatórias exigidas. O resultado da análise do pedido de isenção será divulgado no dia 5 de agosto.

A seleção constará de provas objetivas e discursivas, ambas de caráter eliminatório e classificatório, programadas para as 8h30 do dia 15 de setembro; exames físicos e psicológicos, eliminatórios; além de curso específico de formação profissional e comprovação de requisitos e exames médicos. A confirmação das datas, juntamente com os horários e locais das avaliações, estarão disponíveis para os inscritos a partir do dia 9 de setembro, no site da organizadora.

  • Inscrições online: idecan.org.br
  • Inscrições presenciais: Central de atendimento ao candidato do Idecan, rua Silva Jardim, s/nº, Centro, Santo Antônio de Pádua.

Provas do MEC para ingresso no ensino superior tem novas regras

Regras do Sisu 2020: Em breve o MEC – Ministério da Educação fornecerá informações a respeito do Sistema de Seleção Unificada e a sua próxima edição, que será realizada em janeiro.

Abaixo os estudantes que pretendem participar poderão conhecer todas as regras do Sisu 2020, se preparando para as inscrições que se aproximam.

O Sisu foi criado pelo MEC com o intuito de unificar o sistema é método de seleção de estudantes para ingresso em instituições públicas de ensino superior de todo o país.

Com a sua primeira edição realizada em 2010, a cada ano o Sisu recebia novas adesões de instituições, que por sua vez descontinuaram seus tradicionais métodos de seleção, com provas específicas e vestibulares únicos.

A partir daí o principal meio para ingressar nestas instituições passou a ser pela nota obtida no Enem – Exame Nacional do Ensino Médio.

Requisitos e Regras do Sisu 2020:

As inscrições do Sisu 2020 poderão ser efetuadas somente para aqueles que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio em 2019, realizado em outubro em todo o país.

Além de somente ter participado das provas do Enem, estudantes que tenham zerado a redação do exame perdem o direito de participar da seleção do Sisu (Conheça os Requisitos do Sisu 2020).

Para a edição de 2020 as instituições deverão observar que a Lei de Cotas, de agosto de 2012, determina que pelo menos 50% das vagas devem ser reservadas aos cotistas, que são alunos egressos do ensino médio da rede pública.

Cronograma e Datas Sisu 2020:

O Cronograma Sisu 2020 será divulgado em breve, porém já existe uma previsão dos prazos estabelecidos para inscrição, divulgação do resultado e chamada regular única, apresentação da documentação nas instituições e também da participação na lista de espera.

A previsão é de que as inscrições sejam realizadas, exclusivamente, na segunda metade do mês de janeiro. A primeira e única chamada regular deverá ser realizada ainda em janeiro, quando será aberto o prazo para que os estudantes pré-selecionados entrem em contato para efetivação de matrícula, mediante apresentação dos documentos exigidos.

Os estudantes que não forem selecionados ainda sim poderão conquistar a vaga desejada. Isso por que será aberto, em fevereiro, o prazo para que os estudantes manifestem interesse em participar da lista de espera do Sisu 2020.

A lista deverá ser divulgada pelo MEC para que as próprias instituições realizem suas convocações. Por isso é importante estar atento aos prazos e manter sempre contato com a instituição de seu interesse, através do site oficial, e-mail ou telefone.

Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo divulga informações do Imposto Automotivo

Através do site da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo é possível fazer a consulta do IPVA São Paulo 2021, podendo ver quanto será o valor cobrado pelo seu automóvel. Os valores cobrados para o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) seguem a regra publicada anualmente no Diário Oficial com o cálculo que decide quanto cada modelo de carro ou moto terá que pagar.

Esses valores estão relacionados com a marca, modelo, espécie e ano de fabricação do veículo, sendo que os mais novos e modernos recebem impostos mais altos para serem pagos. Outro imposto que deve ser pago todos os anos é o Seguro DPVAT 2021 SP.

IPVA SP 2021 Consulta Por Telefone

O IPVA SP 2021 deve ser consultado direto no site da Fazenda onde você pode conferir o regulamento que determina as normas de cobrança desse imposto estadual. Não aceite propostas de efetuar o pagamento para terceiros para realizar esta pesquisa, qualquer computador ou dispositivo móvel com acesso à internet pode realizar a consulta do IPVA 2021, dúvida que pode ser tirada também através do telefone 08000 123 401.

Como fazer a consulta do IPVA São Paulo 2021

Acessando o site da Fazenda você precisará passar alguns dados para efetuar a consulta. Os dados pedidos são o código de IPVA marcado no documento oficial do veículo e o ano de fabricação do mesmo.

Com apenas esses dois dados já é possível verificar quanto será o seu IPVA em 2021. A área de consulta do site da Fazenda sobre IPVA permite a consulta da Tabela IPVA 2021 SP de exclusiva para o valor venal que será cobrado em janeiro, permitindo que o dono do automóvel se prepare para quitar a dívida com antecedência.

Muitas pessoas já iniciam o ano se endividando por não se planejarem financeiramente para esses impostos. Ao fazer a consulta online do IPVA com antecedência fica mais fácil reservar o dinheiro, nem que seja da primeira parcela já que o valor total por ser dividido em até três vezes.

Quanto antes você realizar a consultar IPVA São Paulo SP 2021, melhor será para se preparar para quitar essa dívida que se não for paga impedirá que você solicite o licenciamento do carro, correndo o risco de ter o automóvel apreendido pela polícia

Faça a consulta através do site http://www.ipva.fazenda.sp.gov.br/ipvanet e em seguida escolha a opção Consulta Valor Venal para o IPVA de 2021 preenchendo os dados solicitados na tela. Nesse mesmo link você realiza outras consultas relacionadas ao IPVA, entre elas as a consulta de débitos, a emissão de guias de pagamento de multas, pagamento de DPVAT (Seguro Obrigatório), taxa de licenciamento e outros serviços.

Ensino de qualidade na rede pública é necessidade no Brasil

Para um futuro de sucesso não estude somente em sala de aula, se esforce em casa e com a ajuda das apostilas Caderno do Aluno tudo ficará mais fácil.

Debaixo de uma árvore e de um calor de 38 graus professores aguardam atendimento do lado de fora da Secretaria e Finanças. Se já não bastasse a greve dos Servidores Públicos Municipais de Gravatá que já passa dos trinta dias, agora é a vez dos funcionários da educação pararem. A publicação foi oficializada na tarde desta sexta-feira (6) pelo Sindicato dos Professores Municipais de Gravatá (SIPROG) através do ofício nº 081/2015.

Se você mora em São Paulo, uma forma que pode te ajudar muito na hora dos estudos é com o Caderno do Aluno 2021.

O documento destaca que durante a assembleia realizada hoje pela manhã a categoria por unanimidade de votos presentes decidiu realizar PARADA DE ADVERTÊNCIA nos dias 06 e 09 novembro pelo atraso no pagamento do mês de outubro do corrente ano. Como a decisão foi tomada hoje, os efeitos da parada de advertência só serão sentidos neste primeiro dia nos turnos da tarde e noite.

Após a assembleia, funcionários se dirigiram ao prédio da Secretaria de Finanças na tentativa e tomar conhecimento da real data para a realização dos pagamentos, tento em vista que as transferências do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação já ocorreram nos dias 10, 20 e 30 do último mês.

A partir das 8 da manhã da próxima segunda-feira (9) a comissão de paralisação do sindicato e demais funcionários da educação marcarão presença em frente a Câmara Municipal de Vereadores.

Tabela de pagamento confirmada para o Bolsa Família 2020

Em primeiro plano, você já conhece o Bolsa Família e seus diferenciais? O Programa, criado em 2003 pelo Governo Federal, tem como principal intuito melhorar o desenvolvimento social de famílias que atualmente se encontram em situações de extrema pobreza.

Assim, para receber os benefícios da tabela do Bolsa Família 2020 as famílias devem estar em situações tanto de pobreza quanto de extrema pobreza, que no caso, varia entre R$77 a até R$154.

Além disso, a família deve ter entre os integrantes crianças e/ou adolescentes que estejam na faixa etária de 0 a até 17 anos, mães que estão no processo de amamentação ou então gestantes.

Devemos destacar ainda que para receber o Bolsa Família o indivíduo deve estar cadastrado no Cadastro Único do Bolsa Família, que é feito pelo próprio site do programa do governo.

Tabela do Bolsa Família 2020

O Bolsa Família conta com uma tabela para a realização dos pagamentos das famílias que são beneficiadas pelo mesmo. E o calendário Bolsa Família 2020 já foi divulgado e está disponível para consulta.

De uma forma geral, o pagamento começará a ser realizado nos últimos 10 dias úteis de cada um dos meses do benefício até o final do ano. No mês de janeiro, por exemplo, os pagamentos serão realizados durante os dias 19 até o dia 30.

As famílias beneficiadas do programa recebem o dinheiro, que fica disponível para saque, em dias diferentes durante esse período de 10 dias no final de cada mês.

Assim, a família deve checar qual é o último número de seu NIS, que é o número de identificação da família, presente impresso em cada cartão. Assim, o pagamento é realizado conforme o último número de cada cartão.

Valor Do Bolsa Família 2020

O bolsa família nada mais é do que um programa do Governo Federal que tem como principal intuito tirar as famílias da pobreza e extrema pobreza.

Assim, um valor é depositado na conta de cada família conforme as suas condições financeiras e número de integrantes. No ano de 2020, o valor do bolsa família já está sendo reajustado. O reajuste, no caso, é realizado conforme o reajuste também do salário mínimo.

A previsão é que no ano de 2020 mais R$2,7 bilhões de reais serão repassados dos cofres públicos para o benefício do programa. Assim, devemos destacar que o valor do bolsa família depende muito conforme o perfil da família e o número de integrantes da mesma.

O valor pago para cada uma das crianças e/ou adolescentes de faixa etária que pode variar de 0 a até 17 anos, para as gestantes ou mulheres em processo de amamentação é de R$35 por mês, lembrando que cada família também tem um limite que é de R$175.

E agora que você já conhece o Bolsa Família, como você pode fazer para ser um beneficiado do programa, também já entende como funciona o valor, os pagamentos e a própria tabela do Bolsa Família de 2020, o que você ainda está esperando para melhorar a sua renda com o auxílio desse programa?

Como consultar o local de sua prova

Já fez sua inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)? Então é necessário ficar atento com a divulgação dos locais de provas. O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) está previsto para o mês de outubro nos dias 26 e 27, portanto é recomendado que os inscritos comecem a se preparar desde já.

Através do ENEM os estudantes têm a chance de ingressar em uma faculdade pública, basta fazer a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Outra opção é o Programa Universidade para Todos (PROUNI) que oferece bolsa integral ou parcial destinada às faculdades privadas.

Inscrição ENEM 2020

Os interessados em inscrever-se para o Exame Nacional do Ensino Médio devem acessar o site do INEP e preencher a ficha de cadastro com algumas informações importantes tais como nome completo, endereço, cidade que pretende fazer a prova, dentre outros dados.

Os candidatos devem informar o ano do ensino médio que está cursando ou se já concluiu o mesmo. No questionário socioeconômico o indivíduo deve ser verdadeiro e fornecer apenas informações corretas.

Consultar local de prova do ENEM

Você pode conferir o seu local de prova e outras informações através do cartão de confirmação do ENEM, porém o documento pode demorar um pouco para ser entregue. Caso não receba a carta em sua casa não se preocupe, pois basta acessar o site do INEP e informar o número de inscrição e do CPF para consultar o local de prova.

Os candidatos também podem telefonar para o Fala Brasil através do número 0800-616161 gratuitamente. É recomendado conhecer o local de prova com antecedência e ficar atento com o horário de chegada às escolas, pois os portões costumam abrir às 12h (horário de Brasília).

No primeiro dia de prova o aluno tem direito há quatro horas e meia para resolver os exercícios contidos no exame, já no segundo dia o tempo é de cinco horas e meia, devido à redação.

A prova do ENEM é constituída de 180 questões dividida em dois dias, sendo o primeiro dia questões referente às ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. No segundo dia as questões são referentes a linguagens e código, matemática e redação.